Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/amorautentico/www/wp-content/themes/Divi/includes/builder/functions.php on line 5684
COMO DIRECIONAR SEUS DESEJOS? | Portal Amor Autêntico

Masculinidade e Feminilidade: A Diferença que Atrai

O Curso resgata de forma maravilhosa e impactante a verdadeira vocação do homem e da mulher no mundo.

Castidade, o que é isso?

Porque essa palavra é tão incompreendida sobretudo nos dias de hoje?

Será que a castidade pode trazer algum benefício para a nossa vida?

É certo que uma das virtudes mais ridicularizados nos dias de hoje é a castidade, há quem diga que ela está até fora de moda, o papa João Paulo II dizia que a virtude da castidade precisa ser reabilitada, mas será que aqueles que menosprezam sabem mesmo o que ela significa? Aqueles que almejam vivê-la, será que a compreendem de forma positiva? Uma coisa é certa não podemos supervalorizar a castidade e desprezar as demais virtudes porque isso seria cair no puritanismo e não viver uma autêntica pureza, no entanto desprezar a castidade significa jamais fazer a experiência do amor autêntico, para ajudarmos a desmistificá-la primeiro é preciso dizer para você o que ela não é.

Castidade não é:

Desvalorização da sexualidade, não é desprezo do corpo, do sexo, não é negação, não é frustração, não tem nada a ver com castração, com repressão ou muito menos fechamento aos nossos desejos sexuais, a castidade não tem nada a ver com beatice e nem com gente mal resolvida, não é um programa de aprisionamento dos jovens, não é coisa só para padres e freiras, pois quem é solteiro, viúvo(a), inclusive casado é chamado a vive-la, não é porque você está casado que você vai viver a sexualidade de qualquer maneira, é pra você ser fiel com a pessoa que você está casado, viver a sua sexualidade de maneira verdadeiramente humana e não como um animal, enfim castidade não é a negação do valor do prazer e muito menos uma repulsa à vida sexual.

Espera aí… O que é castidade então?

A castidade é um grande SIM ao Amor Autêntico, é uma virtude como a coragem, a honestidade e a perseverança, só que a castidade é comandada por uma outra virtude, a virtude cardeal da temperança, a temperança é aquela capacidade de moderar e ordenar as nossas paixões, todos nós temos tendências instintivas da nossa natureza humana que estão ligadas ao prazer e à auto conservação, como por exemplo, o comer, o beber, o sexo. Comer e beber são essenciais para a sobrevivência do indivíduo e o sexo é essencial para a sobrevivência da espécie humana, como um todo, mas essas tendências que são boas, podem ser convertidas contra nós se nós não soubermos vive-las de forma adequada, por exemplo comer e beber é algo muito bom, mas a gula faz mal pra nós e é por isso que nós precisamos de sobriedade e moderação, o sexo é algo bom, é algo maravilhoso mas se não for vivido de maneira sadia e de forma equilibrada vai trazer muita destruição para a nossa vida, basta ver os casamentos destruídos pela traição, pessoas escravas da pornografia e por aí vai.

Portanto a virtude da castidade é aquela que ordena a nossa sexualidade para aquilo que é bom, belo e verdadeiro, longe de ser uma negação, a castidade é a afirmação jubilosa de quem é livre para amar. Ela precisa ser entendida como a canalização das nossas energias sexuais, da nossa capacidade para amar, a castidade está a serviço do amor, ao contrário do que muitos pensam, ela não é inimiga, mas ela é a guardiã do amor autêntico. A melhor definição que eu encontrei até hoje sobre castidade, é que a castidade é aquela energia espiritual que liberta o amor do egoísmo e da agressividade, a pessoa casta não é centrada em si mesma, e nem tem um relacionamento egoísta com os outros, é a pessoa que assumiu as rédeas dos seus impulsos sexuais e resolveu ordena-los para a expressão de um amor verdadeiro, pois a pessoa que permite que seus desejos sexuais oriente suas relações, vive de forma animalesca e ignora outras formas de manifestar o amor e ternura, pois a pessoa que só sabe amar e dar carinho se tiver sexo, significa que ela não entendeu nem o amor e nem sexo. Para viver a castidade é preciso entender que a relação sexual não é um parque de diversões, e que a outra pessoa não é também o objeto para sua gratificação egoísta, a castidade é a verdadeira valorização da sexualidade porque ela liberta o amor do egoísmo, casto é aquele que diz: “eu amo tanto você que eu não posso te usar”.

Quem vive a castidade entendeu que a relação sexual é a linguagem do amor maduro, é a expressão do dom si manifestado através do corpo, portanto a castidade é sinônimo de um amor forte, como amor de Cristo, o amor que leva a renúncia de si para o dom de si. Por isso ela envolve sacrifício e esforço, talvez seja daí a razão de muitos temerem vive-la, no entanto sabemos que tudo que vale a pena na vida é custoso e árduo, e quando conquistado traz muita realização e isso não poderia ser diferente, com a nossa maior vocação humana o Amor, e nem muito menos com o exercício da nossa sexualidade.

Conclusão

Finalmente ninguém é casto sem o autodomínio, simplesmente porque ninguém pode dar aquilo que não possui, se você não se possui pela virtude da castidade como você vai conseguir se doar para valer a alguém? Não tenha medo de ser casto, Deus quer e você consegue.

BAIXE AGORA GRATUITAMENTE!

Neste Ebook gratuito, você irá descobrir de forma simples a dignidade do seu corpo e o seu chamado para manifestar nele e através dele a glória de Deus por meio da pureza.

© 2018 · Projeto Amor Autêntico. Todos os direitos reservados. Termos de Uso | Políticas de Privacidade
Editora Presença, Praça XV de Novembro, 152, Sala A, Centro, São José do Rio Pardo, SP, CEP 13720-000


Warning: Use of undefined constant Y - assumed 'Y' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/amorautentico/www/wp-content/themes/Divi/criatec_functions.php on line 48
Desenvolvido por CriaTec